coding weekly #129

Newsletters - 13/Jan/2021 - por Campus Code
A sua newsletter da Campus Code • Edição 129 - Janeiro de 2021

Hey! Tudo bem?

Hoje selecionamos alguns artigos sobre o framework queridinho dos rubistas. Tem novidades da versão 6.1.1 do Rails, um exercício pra você criar um clone do Twitter e a resposta para a pergunta que não quer calar: ele está morrendo?

Você também vê sobre "desestruturação" de hashes e arrays com Ruby 3.0, 6 funcionalidades de arquivos YAML que talvez não conheça, 7 dicas para escrever código limpo em JavaScript e dicas para criar jogos com JavaScript e P5.play.

Boa leitura!

RAILS VIVE

Logo do framework Rails.
Lançada versão 6.1.1 do Rails

Rails é o framework mais utilizado para desenvolvimento Web com a linguagem de programação Ruby. Lançado em 2004, ainda vem sendo utilizado amplamente em grandes aplicações como Twitch e GitHub. Agora em janeiro de 2021 foi lançada a versão 6.1.1 e você pode ver todas as mudanças da versão anterior neste link. Dica do Henrique Morato.

Rails 6.1.1 adiciona strict_loading para alerta de associações lazy loading

Neste artigo você poderá ler mais sobre uma das novidades apresentadas na última versão do Rails, o modo strict_loading. Quando esse modo está habilitado, o Rails força o eager loading, levantando um alerta de erro caso isso não seja respeitado. Dica do Henrique Morato.

Clone do Twitter usando Hotwire com Rails

O Hotwire é uma abordagem alternativa na construção de aplicações web com uso reduzido de JavaScript. Se isso te parece interessante, neste artigo você poderá ver como é possível construir um clone do Twitter usando Hotwire e Rails. Dica do Henrique Morato.

Sobre a famigerada pergunta: o Rails está morto?

Certamente quem usa Rails profissionalmente ou em projetos pessoais já ouviu discussões sobre a relevância do Ruby on Rails e se vale a pena investir tempo nesse framework. A resposta curta é que o Rails continua vivo e muito bem, sendo utilizado por plataformas bastante relevantes no mundo, como Shopify e Airbnb. Se quiser compreender os motivos que levam a essa questão e porque o Rails ainda se mostra relevante, dá uma conferida nesse artigo. Dica do João Henrique do Vale.

CAMPUSCODERS INDICAM

Imagem animada de cena do filme 'A Origem' em que o horizonte de prédios parece se dobrar sobre a rua.
"Desestruturação" de hashes e arrays com Ruby 3.0

Com o lançamento da versão 3.0 do Ruby, funcionalidades como pattern matching melhorado e atribuição à direita permitem fazer coisas interessantes. Neste artigo você pode ver como essas funcionalidades podem ser utilizadas na "desestruturação" de arrays e de hashes. Dica do Henrique Morato.

6 funcionalidades de arquivos YAML que talvez você não conheça

YAML é um formato comumente utilizado para serialização de dados e, em projetos, é bastante usado para configuração como docker-compose e Kubernetes, por exemplo. Neste artigo você pode ver mais funcionalidades do formato YAML. Dica do Henrique Morato.

7 dicas para escrever código limpo em JavaScript

Pessoas que trabalham com desenvolvimento de software costumam passar mais tempo lendo código que o escrevendo. Por essa razão é tão importante escrever código limpo e enxuto. Neste artigo você pode ver algumas dicas de como escrever código limpo em JavaScript. Dica do João Henrique do Vale.

Criando jogos com JavaScript e P5.play

Desenvolvimento de jogos digitais é uma área que tem crescido bastante nos últimos anos e, se você tem interesse em ver um pouco sobre como criar jogos usando JavaScript, esse artigo pode te ajudar. Dica do João Henrique do Vale.

Campus Code